Cidade Histórica de Ouro Preto/MG – déc. 80 e 90

Faltou falar apenas da Cidade Histórica de Ouro Preto, primeiro patrimônio da humanidade tombado no Brasil, ainda em 1980.

Fui várias vezes a Ouro Preto, até perdi a conta, mas a última vez já faz bastante tempo, por volta de meados da década de 1990.

Ouro Preto é um PH bem familiar à maioria dos brasileiros por suas igrejas, museus, ladeiras e festas. As igrejas apresentam o estilo barroco no auge de sua opulência, refletindo a riqueza da então Vila Rica.

Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència ; city of Ouro Preto, State of Minas Gerais; Brazil; UNESCO World Heritage Site
Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència; ville de Ouro Preto; Etat de Minas Gerais; Brésil; Site du Patrimoine Mondial de l’UNESCO
Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència; Stadt Ouro Preto; Staat Minas Gerais; Brasilien; Welterbe UNESCO

Ouro Preto surge no contexto da descoberta de ouro no interior de Minas Gerais, fato que revolucionou completamente a história da então colônia brasileira. O Brasil, por mais de 200 anos, foi uma colônia pouco lucrativa para Portugal, basicamente fornecendo açúcar para ser revendido na Europa. Por outro lado, a Espanha nadava em ouro e prata descobertos tanto no México quanto na Bolívia e no Peru.

Com a descoberta do ouro em Vila Rica, a cidade logo se tornou uma das principais no Brasil e a rota de exportação do ouro – Caminho Real até o Rio de Janeiro e Paraty – inaugurou uma série de cidades pelo interior do Brasil.

Isto é notável porque, até então, a colonização limitava-se às partes costeiras e a descoberta do ouro levou a uma corrida em direção ao interior do país.

O resto da história todo mundo sabe bem: Lisboa tinha sede de metais preciosos, sede esta que aumentou enormemente com o devastador terremoto de 1755. Com isto, houve forte pressão fiscal sobre a colônia e a revolta da população local, com Tiradentes, Inconfidência Mineira, etc.

Logo depois, o declínio das lavras importou no declínio de Ouro Preto até que, finalmente, perdeu em 1897 a condição de capital do Estado de Minas Gerais para Belo Horizonte.

Nossa Senhora do Rosario Church; city of Ouro Preto, State of Minas Gerais; Brazil; UNESCO World Heritage Site
Eglise de Nossa Senhora do Rosario; ville de Ouro Preto; Etat de Minas Gerais; Brésil; Site du Patrimoine Mondial de l’UNESCO
Nossa Senhora do Rosario Kirche; Stadt Ouro Preto; Staat Minas Gerais; Brasilien; Welterbe UNESCO

Há muitas atrações turísticas em Ouro Preto, especialmente as igrejas. A matriz de Nossa Senhora do Pilar e a de São Francisco de Assis estão certamente entre as mais bonitas igrejas barrocas do mundo. Como já faz muito tempo, eu não tenho uma memória clara de detalhes do interior destas igrejas, mas lembro que fiquei deslumbrado com a riqueza do trabalho em madeira, ouro e pedra-sabão.

Há, ainda, o Museu da Inconfidência, que fica na Praça Central, contando a dinâmica do movimento independentista e a vida de Tiradentes, inclusive com a original da sentença que o condenou à morte.

Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència ; city of Ouro Preto, State of Minas Gerais; Brazil; UNESCO World Heritage Site
Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència; ville de Ouro Preto; Etat de Minas Gerais; Brésil; Site du Patrimoine Mondial de l’UNESCO
Praça Tiradentes e Museu da Inconfidència; Stadt Ouro Preto; Staat Minas Gerais; Brasilien; Welterbe UNESCO

Ouro Preto é um destino obrigatório no Brasil para os brasileiros e muitos estrangeiros que não vêm só em busca de praia e cataratas sabem que a melhor forma de entender o Brasil Colonial é visitando a cidade.

Aliás, a UNESCO valorizou muito as cidades coloniais mineiras, tanto que inscreveu na Lista de PH Ouro Preto, Diamantina e o Santuário de Bom Jesus em Congonhas.

Uma resposta para “Cidade Histórica de Ouro Preto/MG – déc. 80 e 90”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *